/* Analytics ----------------------------------------------- */

Uma viola em papel

Este modelo é de descarga gratuita sendo disponibilizado pelo editor polaco Renova a partir do seu site.
Não é muito trabalhoso, as peças resumem-se a uma folha e tudo se encaixa na perfeição.


A impressão foi feita em papel acetinado (meio brilho) e com a gramatura de 160g. Não apliquei nenhum verniz de proteção mas é recomendável que se faça.


A montagem


A folha com as peças




Comecei pelo tampo e fundo que foram reforçados com cartão com 1,5mm de espessura.




Depois a vinheta com a indicação da marca.




Bordos pintados antes da colagem, neste caso não é necessário pintar toda a espessura




Para garantir uma colagem o mais direita possível da ilharga, coloquei um reforço de cartão com 1mm de espessura ao longo de todo o perímetro, dá um pouco (pouco é favor) de trabalho, mas compensa e muito.




A colagem da ilharga, aos poucos e evitando excessos de cola




Ilharga toda colada. Sem o reforço aplicado e sendo colada só nos bordos do tampo e fundo não ficaria certamente tão direita, sem qualquer fole. Fica também mais forte para um posterior manuseamento e, podem crer, que quando a mostrarem as pessoas irão querer pegar-lhe para confirmar que é feita de papel, digo isto por experiência própria.



cavalete onde as cordas fixam no tampo. Na linha a tracejado vai ser colado o rastilho onde as cordas assentam


braço. Peças da estrutura




Peças para a quilha




Braço e quilha com a estrutura montada e o cavalete pronto. Aquela parte que parece as teclas de um piano será coberta por uma peça preta após as cordar serem lá coladas. 




Na cabeça um reforço para, junto com as peças de cima e de baixo (a que está na foto) garantir uma altura igual ás peças que serão coladas nas laterais




Da esquerda para a direita e de cima para baixo temos: Peça posterior da cabeça, a pestana que fica entre a cabeça e o braço, a quilha, uma peça única com a parte superior da cabeça e do braço, a estrutura do braço/cabeça e a peça que cola na borda do topo inferior do braço, parte posterior do braço/cabeça e o suporte das tarrachas




Para colar os trastes (arame a papel) utilizei o que normalmente uso para estas situações, cianoacrilato. O problema estava em que este ataca o toner com muita facilidade. Arranjei esta solução que penso ser muito boa e com possibilidades de aplicação em muitos outros modelos. Por cada traste, fiz 2 furos com um alfinete, fixei com uma pinça o traste no local e apliquei a cola (muito pouca) nos furos



O resultado. Reparem numa mancha junto ao primeiro traste quando inicie o trabalho e apliquei cola por cima




Colagem dos suportes das tarrachas




As tarrachas. Utilizei uns pregos de aço sem cabeça e com um diâmetro de 0,9




Porque se trata de uma viola clássica as cordas teriam de ser de nylon (fio de pesca). Utilizei duas espessuras, uma para os três bordões ou baixos e outra para as primas ou agudas.


E está terminado o modelo


















O suporte foi feito em arame colado com cianoacrilato e pintado com spray preto fosco






Medidas do modelo
Altura: 195mm
Largura máxima: 75mm


Só que agora tenho um dilema. 
Quando quero dar uns toques, não sei em qual hei-de pegar!!!




5 comentários:

  1. A viola (que no Brasil é chamado de violão) ficou muito boa, nem parece realmente ser de papel, excelente trabalho e gostei muito da dica do reforço interno da "caixa" do violão.

    Um abraço!

    ResponderEliminar
  2. Gomide, é na verdade um modelo que merece ser construído, bem bonito no final, barato (o custo da impressão de 1 folha) e um ótimo tamanho para ficar na vitrine.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. O que aparece nas imagens não é uma viola... é uma guitarra! Viola é outra coisa, também chamada de viola d'arco ou violeta!

    ResponderEliminar
  4. Olá, já deixei meu recadinho na casinha do Carl e já peço os moldes do violão....
    lindo, eu toco e sou apaixonada.
    izadorasilva@live.com

    ResponderEliminar
  5. Oii, tem como me enviar por email imagens dos moldes

    ResponderEliminar