/* Analytics ----------------------------------------------- */

Colas e colagens

Colas e colagens

A colagem das peças é uma das tarefas principais de um modelista, e mais importante ainda quando o modelista está a construir um modelo em papel.
É que, a qantidade de colagens no modelismo em papel, é extremamente elevada podendo ser na ordem das milhares num só modelo.

Antes de colar... testar, testar

Porque após a colagem e secagem da cola é muito difícil e em muitos casos mesmo impossível efectuar qualquer rectificação, torna-se muito importante a verificação do posicionamento da peça antes de fazer a colagem, não só no que à própria peça diz respeito mas também relativamente à peça onde irá ser colada, e muitas vezes mesmo em relação à ou às peças que nela irão colar.
Um erro de mau posicionamento de uma peça ou de uma peça mal construída, pode dar origem a um mau posicionamento de uma peça que nela cola e o acumular de erros nas peças que se lhe seguem, vai terminar num modelo no mínimo sofrível e por vezes mais indicado para ter como destino o caixote do lixo do que a nossa estante ou vitrina.

Quantidade de cola

Um aspecto muito importante.
Muitas vezes refere-se que um trabalho está limpo e entende-se por limpo não apresentar excesso de cola a sair das peças nas zonas de colagem nem serem visíveis restos de cola em todo o modelo. A quantidade de cola ideal a aplicar vai ser encontrada com a experiência e certamente não demorará muito desde que se tenha a preocupação de se estar atento à cola que se aplica e ao resultado obtido.
Qualquer excesso de cola deve ser imediatatamente retirado após a colagem, para isso utilizo a ponta de um palito.

Que cola utilizar

Certamente haverá várias opiniões relativamente a esta questão.
Tenha-se em consideração que não pretendo estar aqui a dizer como se faz mas sim como eu faço.

Colar papel com papel

Um dos aspectos mais importantes na escolha de uma cola é o seu tempo de colagem. Quanto mais rápida na secagem, melhor.
Teremos pois de experimentar as colas a que temos acesso no nosso país ou na zona onde vivemos.

Utilizo sempre cola branca, nunca utilizo a cola transparente normalmente designada de cola universal.

Utilizo dois tipos de cola branca, vou começar por referir aquela que mais uso.

Trata-se de uma cola da UHU referida na própria embalagem como indicada para trabalhos manuais e podem ter a certeza que é mesmo!





Vantagens


- Não tem solventes;
- A embalagem, flex+clean, é muito útil pois permite-nos dosear facilmente a quantidade de cola que pretendemos mesmo que seja extremamente reduzida e sem desperdícios nenhuns. A embalagem é de plástico flexível e assim, ao apertarmos a cola surge na saída e, ao folgar os dedos, a cola é absorvida para o interior do tubo.
- Secagem extremamente rápida. E é devido a essa característica que a escolhi como a minha cola predilecta.

Permite o ajuste da peça, faz-se um pouco de pressão e já está, nada de grampos, nada de molas, nada de nada!

Digo já que não é a cola indicada para quem não quer ter muito trabalho com as colagens. É que devido à sua rapidez na secagem não pode ser deixada aberta após se retirar  um pedaço de cola. Assim tiro a porção que pretende, fecho imediatamente o tubo e aplico a cola.
Se é para aplicar várias pequenas porções, tiro um pouco para a unha, fecho o tubo e aplico a partir da unha, mas não se deve demorar muito tempo, senão...

A outra!

A outra cola branca que utilizo tem um tempo de secagem maior, mas não muito maior, e assim sendo é também uma cola que recomendo.
Na embalagem é referida como sendo uma cola para madeira rápida, e mais uma vez digo que a publicidade, neste caso, não é enganosa.





Tem também um bom sistema de disponibilizar cola e a embalagem é igualmente de plástico flexível.


Utilizo para superfícies maiores, digamos que acima de 3 a 4 cm2 (sim, isto para mim já são superfícies maiores).

Como aplico

Nunca aplico directamente da embalagem. A minha ferramenta de eleição é o palito.
Para superfícies planas e grandes, como exemplo diria, acima de 10cm2, utilizo uma espátula metálica que permite uma aplicação rápida e uniforme da cola e que encontrarão em qualquer loja de artigos de pintura.





Grandes laminagens


Para laminagens de grandes superfícies utilizo uma cola em spray.

Esta que aqui mostro é 3 em 1. Permite 3 tipos de utilização diferentes.
1 – Permanente – Aplicar nas duas superfícies, deixar secar 10min. unir e comprimir.
2- Rectificável – Aplicar numa só superfície e unir de imediato. Aceita correcções num tempo máximo de 5min.
3 – Não permanente – Aplicar no lado que se pretende retirar, deixar secar durante 20min. Essa peça torna-se auto-adesiva e pode ser fixada ou retirada várias vezes.


Colar papel a outros materiais

É corrente que algumas peças a aplicar nos modelos em papel sejam em arame ou por vezes em madeira.
Sempre que, pelo menos um dos materiais não é papel, utilizo cola à base de cianoacrilato.
Para que a secagem seja rápida e eficaz é importante, nestas colas, aplicar uma porção muito pequena.
Considerando as características desta cola e devido à quantidade de colagens necessárias e portanto à abertura e fecho da embalagem, ainda não consegui utilizar uma até ao fim.
Não é por acaso que a quantidade de cola vendida em cada embalagem é diminuta, 3 ou 4g. Mesmo limpando sempre o bocal após cada utilização com um pedaço de papel higiénico.
Já experimentei várias embalagens de várias marcas e a que mostro na foto é a que está a dar melhores resultados quanto a esse importante aspecto, marca ceys.




Boas colagens e bons modelos


Zé Reis

1 comentário:

  1. Vou experimentar aquela UHU.
    Aplico a que uso com um palito, mas mesmo assim às vezes entusiasmo-me na quantidade. Mas é uma boa cola, seca rápido e forte.
    Vou ler estes artigo com mais cuidado...

    ResponderEliminar