/* Analytics ----------------------------------------------- */

Kraz 255B 6x6

O modelo

Dados técnicos

Editor: Renova Model
Código: Nº 1
Autor: Marcin Kudelski
Escala: 1:25
Peças: 4631 (considerando os rodados com rastos individualizados) sendo 134 fabricadas pelo modelista
Dificuldade: Difícil
Comprimento: 345mm
Largura: ?
Altura: ?
Instruções: Em polaco (existe no site da Renova um ficheiro com instruções em inglês)
Páginas de instruções: 5
Página de esquemas: 11 (140 esquemas em 3D)
Folhas de peças: 24
Formato: A4

Este é um modelo muito conhecido no mundo do Modelismo em Papel. Marcin Kudelski fez um grande trabalho de pormenor em todas as zonas do modelo. É o primeiro modelo da Renova, empresa criada no início de 2005.
E tem de certeza as rodas mais famosas do modelismo em papel.

Quando o encomendei o seu criador Marcin Kudelski informou-me que não havia disponível a não ser sem capa nem agrafos. E foi assim que chegou ás minhas mãos.

Recebi à poucos dias um email da Renova informando que já se encontra de novo à venda no seu site.

O meu modelo apresenta o Nº de série...


Todas as folhas foram colocadas em capas plásticas numeradas com a folha que cada uma contém.


Seguindo as instruções a primeira coisa a fazer é o chassi e para tal começa-se pelas longarinas.

As peças
Começam logo aqui a serem utilizados não rebites (também vou meter alguns) mas peças sextavadas que simulam as cabeças dos parafusos. Não as vou mostrar nas peças que se utiliza para cada montagem (só na primeira) pois são muito pequenas e certamente perderia algumas além de que a manipulação não é fácil.
Ao todo são 1472 peças com medidas de 1, 1,5 e 2mm.
Aqui estão elas todas alinhadinhas.


Há umas peças brancas que são colocadas como reforço entre a peça exterior e interior das longarinas. Depois de cortar e antes de colar verifiquei se davam a altura certa para aquelas ficarem com os bordos à face. Sobrava espaço e assim fiz mais 4 iguais.

Longarinas feitas... Dá para ter uma ideia do tamanho final do modelo.


... agora para estruturar o chassi vou fazer as barras transversais. São 6 no total inseridas em vários locais ao longo das longarinas.

1ª Barra transversal

Barra montada e rolinho feito. As restantes peças serão adicionadas depois da barra colada ás longarinas.
Se não fosse para pintar totalmente estaria na altura de pintar os bordos de corte com uma cor idêntica à da própria peça.


2ª Barra transversal

As duas peças soltas são as que fixam às longarinas. Esta barra é a que fica na traseira, ao centro já lá está a base para o gancho de reboque traseiro.


3ª Barra transversal

É das mais fáceis, constituída por duas peças que colam uma à outra.


4ª Barra transversal


5ª Barra transversal


6ª Barra transversal (a última)


Com a ligação das barras ás longarinas o chassi fica montado.




Pára-choques frontal

A chapa de matrícula era lisa por isso resolvi cortar letras e números e colocar um rebordo à volta.

As peças

Depois de montado

E já pintado
Pára-choques traseiro

As peças
Passador do cabo de reboque (em cima à esquerda
Reservatório de ar (em cima à direita)
Chapa de matrícula traseira (em baixo à esquerda)
Gancho traseiro para o cabo de reboque (em baixo à direita)

As peças
Prontos a montar



Passadores traseiros para o cabo do guincho



Piscas traseiros


Chassi pintado e equipamento montado




Vou agora iniciar o equipamento que fica situado entre as longarinas e vou começar pelo guincho de reboque.
Alguns conjuntos já montados. Podem ver as cantoneiras que são a base, o tambor que permite a rotação para posteriormente enrolar o cabo, a guia para enrolar e desenrolar o cabo, a caixa de transmissão e mais algumas peças. A alavanca para comando do guicho só será montada quase no fim pois senão tenho a certeza de que a teria de colar por várias vezes.


Tudo já ligado...


E pintado com a cor base


E depois de aplicada a patine, montado no local



Agora o motor. Pode-se considerar que é um modelo dentro do modelo pois é composto por vários conjuntos de peças que formam um todo.
Primeiro o bloco e a bomba de injecção... 


E prontos a receber mais equipamento.
Várias são as peças que tem de ser acrescentadas para dar relevo pois sendo todo o modelo pintado as linhas do desenho desaparecem. Assim entre outras coloquei arames nos reforços do bloco e cabeças.


Não estava a gostar da pintura base do motor, pintei de preto e achei muito escuro, refiz a pintura agora com um cinzento.
O motor vai ser equipado com, alternadorcompressor
1º e 2º Filtros do óleoventiladorbomba de águamotor de arranque e respectiva bobine de chamadafiltro de arcarter e correias.

Tudo pintado com a cor base


A seguir a aplicação da patine


Cola e temos quase, quase um motor




Tubagem de saída de gases
O tubo com curva foi feito em papel enrolado em arame para permitir fazer a curva enquanto que os pequenos tubos a direito foram feitos com papel enrolado num palito para permitir fazer chanfres para encostar ao primeiro.


Bloco da embraiagem e caixa de velocidades
As nervuras foram feitas com fio esmaltado utilizado nas bobinagens  com uma espessura de 0,3mm.


Equipamento pintado e montado. No final da caixa de velocidades um cardã espera pela continuação do sistema de transmissão. e a tubagem espera pela continuação da restante até ao silenciador.



caixa de transmissão.

É uma caixa de transmissão das valentes! Tem 5 cardãs. Um que, através de um veio de transmissão, recebe a força motriz do motor via caixa de velocidades. Como se trata de um 6x6 tem transmissão motriz a todos os rodados, sendo 3 eixos todos recebem veios de transmissão logo mais 3 na caixa para através de veios de transmissão ligar aos diferenciais. E finalmente mais uma saída, mais pequena para o guincho.

Os elementos base são estas 3 caixas à quais serão acopladas várias peças


Caixinha pronta a pintar, não vai levar tinta para já pois vou fazer o sistema de exaustão de fumos (panela e tubos de escape) e depois pinto tudo e monto no chassi o motor, a caixa de transmissão e o dito sistema.


Tudo para o chassi. Adicionei também, como pode ser visto o veio de transmissão caixa de velocidades > caixa de transmissão pois ficava por baixo dos tubos de escape e iria ser mais difícil a sua colagem.


.Sistema de escape de gazes normalmente designados de tubos e panela de escape

O material já preparado para a pintura. A malha que pode ser vista na interligação entre tubos foi feita com a malha anti-parasita de um cabo coaxial.


Depois de uma pintura base de preto e aplicação da patine está pronto a montar.


Montagem efectuada





Diferencial e semi-eixos frontais
Primeira peça


Os vários blocos necessários


E tudo já unido


Juntas móveis da direcção
O modo como são montadas vai permitir que as rodas da frente tenham movimento de mudança de direção.




Cilindros dos travões dianteiros já aplicados


E agora provisoriamente com a barra de direcção


Porque este equipamento vai interagir com as rodas vou construir as mesmas para posteriormente verificar se tudo se ajusta corretamente.

As famosas rodas do Kraz

Temos a possibilidade de as construir com as peças que estão nas folhas de peças, como só vem o desenho de uma e no total são 7, teremos de imprimir o desenho dos rastros individualizados 7 vezes e depois fazer uma laminação com cartão e então cortar tudo. Ou então optamos por encomendar peças cortadas a laser.
Optei pelas peças cortadas a laser e quando chegaram verifiquei que não vinham só os rastros mas todo o conjunto necessário para as rodas.
Só as peças para os rastros são 1078.

O corte destas peças não vinha perfeito pois no fundo do corte ficou o resultado da queima do cartão, parecia verniz e o trabalho não ficou tão simplificado como seria de prever, mas mesmo assim compensa e muito a sua utilização.


As restantes peças por serem em cartão de menor espessura tinham os cortes perfeitos.

Uma das folhas

Esquema de montagem


Ínício, É só separar 4 pequenas uniões que ligam cada peça à folha e voilá, circulos perfeitos.


A montagem dos pneus é feita em duas metades, cada uma recebe uma das fitas de abas de colagem que se vêem na imagem e depois são unidas por uma fita central.


Depois de tudo colado foram à aparafusadora para arredondar as arestas que ficam entre o piso e as laterais pois nesta zona irá colar uma fila de rastros.


Alguns passados a lixa e outros não


Para a marcação dos rastros centrais utilizei um papel vegetal para onde transferi o desenho que acompanhava as instruções. Assim todas as distâncias serão iguais e não haverá incorreções entre a primeira peça e a última.


Primeiras peças coladas


Para definir a localização das filas dos restantes rastros fiz um rolo em papel à volta de um palito e passei para um pedaço de acetato o ângulo que corresponde à divisão de 360º por 21 que é o número de filas. Então  marquei tudo nas laterais.


E agora é colar, colar, colar...


A primeira já está


E vão 5!


Depois das 7 terminadas o próximo passo é aplicar lixa nos rastros laterais para lhes reduzir gradualmente a espessura de modo a ficarem iguais aos pneus originais. À esquerda um pneu já com os rastros rebaixados e à direita um ainda com os rastros por lixar.


Depois é aplicado um arame que corresponde à parte final da jante.


Verifiquei então se entre as rodas os semi-eixos e o chassi tudo batia certo e como o resultado foi positivo vou terminar o conjunto dos semi-eixos.
As molas de suspensão do tipo feixe de lâminas.


Laminagem em cartão de 1mm dos suportes das molas


Conjuntos prontos


Construção das jantes


E o conjunto completo para a montagem. Estão também na imagem os amortecedores. As rodas só serão montadas no modelo quando todo o equipamento situado no interior e no exterior do chassi estiver montado.


Pintura e patine aplicadas



Pintei também os dois rodados da frente


E montei o equipamento no chassi



Continuando com o equipamento no interior do chassi vou montar os diferenciais e semi-eixos traseiros.


Os principais blocos


Cilindros dos travões


Peças para os cubos das rodas. Todas as peças circulares são laminadas.


Colagem efectuada já com os veios aplicados. Os veios são feitos de arame revestido a plástico normalmente utilizado nas vedações e que é extremamente duro.


As peças que vão unir os dois semi-eixos e que ligam o conjunto ao chassi. A peça em baixo é o Balancim e foi feito com cabo coaxial retirando a malha anti parasita.


Vou iniciar a construção das molas de suspensão. Na imagem as várias lâminas do feixe.


As primeiras foram coladas deste modo para permitir as medidas corretas de encurvamento central


Então colei o eixo...


... e terminei a colagem das restantes lâminas


Veios de transmissão preparados


E tudo o conjunto diferenciais/semi-eixos traseiros unido.



Pintura aplicada



E montado no modelo



Terminada a montagem do equipamento que fica entre as longarinas...


... vou passar para o equipamento situado no exterior.

Depósitos de combustível. Um de cada lado, cada um com uma capacidade de 150l.


Montados e preparados para a pintura


E montados no chassi



Patins de acesso à cabine.
Peças dos suportes


Os pisos onde furei todos os pontos marcados e que correspondiam aos orifícios anti escorregamento.


Conjuntos prontos



Pintados com a cor base (preto).


Patine aplicada


E claro, o próximo passo é juntar ao modelo.




Patins montados é altura de fazer todo o equipamento que é montado neles.
Caixa das baterias




Depósitos de ar



Jerricans e respectivas caixas



E vai tudo para as respectivas localizações



O próximo equipamento a montar é a caixa de ferramentas e o suporte para o pneu sobressalente.
Estão interligados por cantoneiras e ficarão situados mesmo por detrás da cabine.

O esquema

Vou começar pela caixa de ferramentas



A caixa e o suporte prontos a serem ligados pelas cantoneiras


Já ligados...


... pintados, podem ver que criei dois cadeados para evitar o desaparecimento da ferramenta...




... e montados no chassi.






Radiador

Vista frontal

Vista do lado voltado para o motor
Já pintado e com os tubos de arrefecimento que ligam ao motor


Montado


Vou agora terminar de montar dois componentes que ficaram para a parte final do chassi, o cabo do guincho e o pára-choques frontal que foi uma das primeiras peças que construí.


O cabo do guincho passa entre as longarinas, vai aos passadores traseiros passar para o exterior...


e segue por alguns passadores laterais...



... e finalmente passa pelo pára-choques dianteiro para se fixar no gancho de reboque frontal.


Terminada a montagem dos principais componentes localizados entre longarinas e nas laterais das mesmas, pintei e montei os rodados.




O próximo passo é a construção da cabine.
As primeiras peças a montar são as do exterior da base. Todas são laminadas a 1mm.


Depois de montadas, o lado que fica voltado para o chassi.


A estas são adicionadas a parte frontal e as laterais. Depois é preparado o chão.


Para dar relevo ao tapete marquei todas as linhas com o lado não afiado do x-ato.


E depois colei no fundo da cabine. Acrescentei os pedais e a base que vai receber o painel de instrumentos.


Painel de instrumentos. A peça principal.


Equipamento montado


E aplicado no conjunto.


Já com a alavanca das mudanças e tudo pintado com as cores de base.


Para o interior da cabine vou agora montar os assentos.

Assento dos passageiros



Assento do condutor



E também um conjunto de alavancas de comando



Para o interior falta o volante.



Equipamento interior completo, o próximo passo é a montagem das laterais da cabine. Compostas por duas peças, interior e exterior. Entre as duas apliquei um acetato para o vidro traseiro. As portas estão recortadas pois optei pela montagem com a possibilidade de abertura de portas.


Para que tudo fique corretamente posicionado, é disponibilizado um modelo do perímetro do tecto da cabine que depois das laterais coladas é removido.


Agora o teto da cabine. É também composto pela peça interior e pela exterior. Primeiro molda-se e aplica-se a interior


E depois a exterior.


Portas da cabine

Escolhi a opção que permite a abertura das portas e deixei os vidros meio abertos.



Depois de pintadas foram montadas na cabine onde acrescentei também o painel por baixo dos vidros e que faz a ligação entre a cabine e o habitáculo do motor.
A cabine ainda não levou a patine.












Além dos vidros falta algum equipamento exterior na cabine mas agora vou avançar para os guarda-lamas.

Montagem dos guarda-lamas





Guarda-lamas já ligados às laterais do habitáculo do motor.




Ligação das laterais à cabine. Internamente apliquei uns reforços para garantir que as laterais fiquem direitas.


Grelha frontal terminada. Construída a partir de papel normal colado face a face e endurecido com cianoacrilato.


Também estão prontos a montar os vidros do pára-brisas que vão ficar ligeiramente abertos o que me fez recordar a proteção aos MVL's (Movimento de Viaturas Ligeiras) numa Berliet pelas picadas em Angola.


Agora o capô. Composto por 2 peças base.


Já unidas, com dobradiças e encaixes frontais.


Por dentro o gancho de suporte quando aberta.


E já pintada.


Também toda a zona do habitáculo do motor está pintada e depois de aplicada a patine vai passar a fazer parte do Kraz.


Faróis e piscas montados.


Aplicada a patine o conjunto foi colado ao chassi.






Capô aplicado.

.

Aberto. A possibilidade de abertura do capô é fundamental pois caso contrário perdia-se a visualização do motor, o que seria uma pena.


Para terminar a parte frontal do Kraz faltam pequenos equipamentos: Indicadores de largura do veículoBuzinasEspelhos retrovisores, amovíveis e com a possibilidade de rodarem; Extintor.



Chegou o momento de iniciar a construção da caixa de carga.
Na estrutura base criada a partir de peças laminadas a 1mm já colei o chão (à esquerda), depois será colada a parte de baixo (ao centro) e de seguida as laterais (à direita). Uma das laterais já está com as dobragens necessárias faltando cortar as zonas a branco.
Poderia cortar estas zonas antes da dobragem, seria mais fácil. Mas com buracos na peça as dobragem feitas ao comprimento não ficariam tão bem.


Já coladas, vou montar os reforços do chão e que irão preencher todas as zonas a branco.



Sobre estas serão montadas as cantoneiras que irão ligar a caixa de carga ao chassi.


Nas cantoneiras são montados alguns reforços e as peças que encaixam nas longarinas do chassi. A verificação da largura entre as duas cantoneiras tem de estar de acordo com a largura entre as duas longarinas do chassi para que as 8 peças se encaixem na parte exterior das longarinas.


O próximo passo é a montagem das colunas da armação da lona.


Aqui já todas montadas.


Depois os reforços nas laterais


E a cobertura das colunas. Só as quatro da frente levam rebites. São duas peças para cada coluna, uma que cobre as quatro faces e outra que remata em baixo


Depois das colunas todas cobertas vou construír as tábuas dos taipais.
Com a parte não afiada do x-ato marquei alguns veios da madeira.


Conjunto completo com "parafusos", "porcas" e "rebites".


Taipais aplicados.


Falta o taipal traseiro que apresenta a característica de poder baixar graças a 4 dobradiças.
Peças principais.


As dobradiças são aplicadas entre a peça interior e a que está em cima por colar.


Dobradiças aplicadas e também os 2 conjuntos de degraus.


E já fixo na caixa de carga.


Palas colocadas


Pintura aplicada



Ferros de suporte da lona


Patine aplicada




A última peça. O manípulo de comando do guincho.



Fotos do modelo terminado

Sem caixa de carga



Algumas fotos mais em pormenor










Habitáculo do motor



Com a caixa de carga



A marcação com a parte não cortante do x-ato deu resultados!



Com o taipal traseiro em baixo



Ao meio fixo pelas correntes



E fechado




Não é o Kraz que é muito grande, o Kubel é que é pequeno









FIM

Como não podia deixar de ser, o próximo modelo é o atrelado PN 1,5 para engatar ao Kraz.

5 comentários:

  1. Estive agora a rever este trabalho, para inspiração :)

    ResponderEliminar
  2. nunca na vida tal inteligencia ...to admirado com esse trabalho PARABENS. rubens_itamar@hotmail.com

    ResponderEliminar
  3. Maravilha! Eu tenho três KrAZes reais, gostaria de enviar as fotos para si. O meu e-mail é grijoca@gmail.com
    Maravilha!
    Grigori Poliakov

    ResponderEliminar
  4. Você é um Gênio!
    Perfeito, Parabens!
    Ciro

    ResponderEliminar
  5. Exelente trabajo toda una hobra de arte. podria compartirme el archivo
    mannuheve@gmail.com

    ResponderEliminar